História da D&B

Temos percorrido um longo caminho desde 20 de julho de 1841 - o dia em que se estabeleceu a Agência Mercantil de Nova York e ajudou a iniciar uma revolução no mundo da informação comercial. Evoluímos significativamente naquela época para permanecer no topo da tecnologia.

A seguir, há um panorama detalhado sobre onde estivemos para onde estamos indo.

A Evolução da D&B Evolução ao longo do tempo:

  • 1841-1899
  • 1900-1989
  • 1990-presente
  • Os Anos Pioneiros

    Para ajudar os comerciantes americanos em suas decisões de negócio, um empreendedor comerciante chamado Lewis Tappan começou, em 1841, a formar uma rede de correspondentes que funcionaria como uma fonte de informação de crédito confiável, consistente e objetiva. Sua Agência Mercantil, localizada na cidade de Nova York, foi uma das primeiras organizações criadas com o propósito único de oferecer informações de negócios aos clientes.

    Benjamin Douglass entra no negócio. Para promover a expansão, em 1849 Tappan passou a Agência para Benjamin Douglass, um antigo funcionário. Douglas aproveitou o avanço do transporte e da comunicação da época, expandindo sua rede de escritórios, essencialmente fornecendo a Agência clientes novos e excelentes informações.

    repórter de crédito - uma nova profissão. Pouco depois, Benjamin Douglass começou a estabelecer escritórios locais e contratar funcionários em tempo inteiro, os quais se tornaram experientes e qualificados repórteres e intérpretes de informações de crédito. Trabalhando como repórter de crédito era ter uma posição respeitada, que forneceu forte treinamento no campo de práticas empresariais. Entre os repórteres que gravaram seus nomes foram 4 presidentes dos EUA: Abraham Lincoln, Ulysses S. Grant, Grover Cleveland e William McKinley.

    Um forte concorrente. 1849, o rival John M. Bradstreet Company foi fundado em Cincinnati, Ohio. Dois anos depois, a organização Bradstreet popularizou o uso de Ratings de crédito com a publicação do primeiro livro de Rating comercial. A rivalidade entre a John M. Bradstreet e a Agência Mercantil de Douglass intensificou-se quando os Estados Unidos entrou no século 20. Fundamentalmente, isso teve efeitos duradouros sobre o destino das duas empresas.

    Em 1859, Douglass passou a Agência para o seu cunhado, Robert Graham Dun.

    Sob o novo nome, R.G. Dun & Company, Dun continuou a implacável expansão que Douglass iniciou. Durante os 40 anos seguintes, Dun levou a Agência para os Estados Unidos todo e cruzou as fronteiras internacionais, levando a visão de Lewis Tappan para o próximo século.

    A fusão histórica

    Quando a América entrou em 1930, os efeitos da rivalidade e da depressão econômica tanto para R.G. Dun quanto para The Bradstreet Company, as empresas não podiam mais ser ignoradas. Em 1933, os antigos competidores se uniram para formar a D&B.

    A fusão foi projetada pelo CEO da Dun, Arthur Whiteside. Usando suas habilidades diplomáticas primárias, Whiteside foi capaz de negociar um acordo com o seu principal concorrente de longa data. Considerando que, anteriormente as duas empresas vendiam “produtos", Whiteside cada vez mais enfatizava "serviço". Com grande capacidade de liderança, ele liderou a D&B fora da depressão e para a Era da Informação.

    A D&B na Era Moderna

    O rápido desenvolvimento da informática e das tecnologias da comunicação no pós-guerra tem sido fundamental para o crescimento da D&B. Durante os últimos 50 anos de história da D&B, o aumento da velocidade e volume de comunicações internacionais tem influenciado a nossa evolução de um provedor de relatórios de crédito para um líder na indústria de informação internacional.

    As décadas de 60 - 70: Um tempo de crescimento explosivo. O sucessor de Whiteside, J. Wilson Newman, reconheceu que a D&B necessitava assumir riscos e aumentar a sua gama de produtos e serviços. Na década de 60 a D&B expandiu-se drasticamente, traçando caminhos para aplicar novas tecnologias à evolução das operações. Em 1963, a introdução do Sistema de Numeração de Dados Universal - O DUNS ® Number D&B - usado para identificars empresas numericamente para fins de processamento de dados - ajudou a trazer informações de negócios para a era do computador. Este sistema único de identificação de empresas mostrou-se tão útil, que hoje o DUNS Number tornou-se um identificador padrão de empresas para as Nações Unidas, a Comissão Européia e o próprio Governo dos EUA.

    Até os anos 70, a D&B estabeleceu seu compromisso com a nova tecnologia. Um novo "Advanced Office System " (AOS) informatizou totalmente nossas operações de coleta de dados, possibilitando vincular e analisar as categorias de informação de maneiras totalmente novas, e entregar informações aos clientes com maior rapidez e economia.

    D&B no Milênio

    Estamos criando toda uma nova geração de produtos e serviços que oferecem aos clientes excelentes oportunidades de negócios para gerenciar informações de forma mais eficiente. Estamos constantemente expandindo o tamanho e melhorando a qualidade do nosso banco de dados global, que agora abrange mais de 125 milhões de empresas a nível mundial. E nós estamos trabalhando duro para melhorar continuamente o serviço de alta qualidade que é a nossa marca.

    Estamos criando uma nova geração de produtos e serviços que oferecem aos clientes excelentes oportunidades de negócios no gerenciamento das informações de forma mais eficiente. Constantemente expandimos o tamanho e a qualidade do nosso banco de dados global, que atualmente abrange mais de 125 milhões de empresas a nível mundial. E estamos trabalhando duro para melhorar continuamente a alta qualidade de nossos serviços que é a nossa marca.

    Somos uma empresa preparada para atender o novo século. Mas sempre teremos um legado fundamental para nos definir, um legado que nos prende ao nosso passado e nos apóia para nos aventurarmos no próximo milênio.

    Curiosidades D&B

    Curiosidade 1
    Qual atriz famosa sedutoramente posou com o Livro de Referência da Dun & Bradstreet em 1953 no filme - "How to Marry a Millionaire?"
    Resposta: Marilyn Monroe

    Curiosidade 2
    Quais são os quatro Presidentes dos EUA que trabalharam como repórteres na D&B?
    Resposta: Abraham Lincoln, Ulysses S. Grant Grover Cleveland, e William McKinley

    Curiosidade 3
    Qual o filme de Steven Spielberg, lançado no final de 1997, que abrange a história de Lewis Tappan e sua cruzada para defender os direitos dos escravos?
    Reposta: Amistad

    Curiosidade 4
    Em que ano o número D-U-N-S 'nasceu'?
    Resposta: 1963

     

    Curiosidade 5
    Quem falou na matéria do jornal de 1863? - "Não é muito de um empresário, mas tinha algum potencial, diz-se, cresceu em função de seu pai, que tem boa fama".
    Resposta: J.D. Rockefeller , que em 1863 montou uma refinaria que resultou na Standard Oil.

    Curiosidade 6
    Quem trabalhou na D&B como uma recepcionista?
    Resposta: Woody Harrelson

    Curiosidade 7
    Qual fundador da D&B era o sobrinho-neto do grande Ben Franklin?
    Resposta: Lewis Tappan